Futebol

Solução estrangeira

Após dois ótimos trabalhos dos charás Jorges, o futebol brasileiro investe cada vez mais pesado em técnicos do exterior.

Jorge Sampaoli chegou no início do ano no time do Santos, e em apenas uma temporada, conseguiu cair nas graças dos torcedores do peixe, e até mesmo dos torcedores rivais. Isso, devido a um trabalho árduo, baseado em treinamento tático e futebol ofensivo. Levando a equipe da baixada ao posto de vice-campeão Brasileiro, com um investimento inferior aos seus concorrentes diretos.

O que falar de Jorge Jesus, o português levou o rubro-negro carioca ao título Brasileiro e da Libertadores. Tudo isso em apenas meia temporada. Jesus mudou muito dentro do Flamengo, o estilo de jogo, a confiança dos jogadores, até o gramado. E conseguiu refletir em campo o investimento feito pela diretoria, transformou o time em uma máquina de jogar futebol.

Pelo menos mais dois técnicos de fora do país já foram anunciados. A algumas semanas o Internacional revelou que Eduardo Coudet comandará os gaúchos na próxima temporada. Mais recentemente, o próprio Santos também anunciou o novo técnico para suprir a saída de Sampaoli, o português Jesualdo Ferreira.

Coudet é um jovem técnico argentino de 45 anos. Iniciou sua carreira na beira dos gramados no Rosário Central, clube no qual já era muito identificado na época de jogador e saiu ainda mais querido, após bom trabalho como treinador. Depois disso, ele teve breve passagem pelo Tijuana, em 2017, e estava no Racing, até chegar aos colorados. O futebol intenso e dinâmico é característico em seus trabalhos, e assim é esperado em Porto Alegre.

O mais novo estrangeiro, Jesualdo Ferreira, é bastante experiente no quesito comandar equipes. Com seus 73 anos, e tendo iniciado sua carreira em 1981, Ferreira comandou em seus primeiros vinte anos equipes pequenas e com menor investimento. Seu maior sucesso profissional ocorreu quando ele trabalhava no Porto, Ferreira conquistou o tricampeonato nacional (2006-07/2007-08/2008-09), além de duas taças de Portugal (2008-09/2009-10). Estava desde 2015 no Qatar, treinando o Al-Sadd, lá ganhou a primeira divisão do campeonato nacional na temporada de 2018-19. Agora chega ao Santos com a alta expectativa: manter o bom trabalho de Jorge Sampaoli, além de ir muito bem assim como seu compatriota Jorge Jesus.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta