LaLiga

Resumo-LaLiga-Rodada 21

Resumo da rodada da La Liga

POR: Paulo Vítor Trindade @paulovitort

A rodada 21 da LaLiga apresentou grandes mudanças na parte de cima da tabela e alguns resultados, além de varias vitórias consistentes. Segue o resumo.

O Real Madrid visitou o Valladolid e assumiu a liderança do campeonato com uma vitória magra. O jogo se resumiu ao ótimo sistema defensivo do Valladolid segurando o potente ataque madrilenho até Nacho Fernández aproveitar cruzamento de Kroos e balançar as redes de cabeça. Casemiro marcou um no primeiro tempo, mas foi anulado por impedimento. As pontuais chances dos donos da casa não foram recompensadas. Final: Real Valladolid 0 x 0 Real Madrid.

Outro ótimo sistema defensivo (com destaque para o brasileiro Gabriel Paulista) foi o do Valencia que inutilizou a posse de bola do Barcelona. As melhores chances do jogo foram do time da casa que bombardearam a meta de Ter Stegen, mas só vieram a marcar no segundo tempo graças ao goleiro alemão. Maxi Gómez foi o homem da partida na segunda etapa após perder um pênalti na primeira. Ele marcou dois gols: no primeiro a bola resvalou em Alba, tirando o goleiro do lance e no segundo a defesa catalã foi pega de surpresa em um contra-golpe; a bola terminou nos pés do atacante que tirou de Ter Stegen e colocou para dentro. O Valencia ainda fez o terceiro, mas foi anulado por falta. Os melhores momento do Barça foram após a entrada de Vidal, porém mesmo quando passava a defesa o ataque parava no goleiro Doménech. Nesse jogo o Valencia derrubou um tabu de mais de 10 anos sem vencer o Barcelona em sua casa e também a liderança do clube Catalão. Final: Valencia 2 x 0 Barcelona.

Outro que ganhou seguramente em casa de 2 x 0 foi o Sevilla. O time do sul recebeu o Granada e resolveu no primeiro tempo, além de dominar grande parte do jogo. O primeiro gol foi de De Jong, cabeceando pra dentro após cruzamento de Navas e o segundo de Nolito que recebeu passe de Reguilón e bateu cruzado. O melhor momento do Granada foi no início do segundo tempo, mas não produziu nada significativo. Final: Sevilla 2 x 0 Granada.

A partida entre Getafe e Betis foi equilibrada e polemica. Os gols se recusavam a sair graças aos dois goleiros, até que no segundo houve um toque de mão de Ángel na área do Getafe e outro toque de mão de Moreno na área do Betis, porém apenas o de moreno foi categorizado como pênalti. O próprio Ángel bateu o pênalti e deu a discutível vitória para o Getafe. Final: Getafe 1 x 0 Betis.

O Atlético de Madrid voltou a tropeçar, dessa vez em casa contra o Leganés. Os visitantes fizeram um jogo melhor, ameaçaram mais o Atlético e só não marcaram por causa de Oblak. O goleiro Cuéllar chegou a ser expulso por causa da cera que estava fazendo, mas o jogo terminou sem gols. Final: Atlético de Madrid 0 x 0 Leganés.

A Sociedad recebeu o Mallorca e após um primeiro tempo morno que teve como maior atrativo uma grande defesa do goleiro Remiro para o time da casa os anfitriões destruíram os visitantes no segundo tempo. O primeiro gol da Sociedad saiu com Isak que recebeu no meio da área uma bola escorada por Portu e colocou para dentro. O segundo foi contra de Gámez que desviou para dentro um chute de Zubeldía e o terceiro de Portu aproveitando o rebote o goleiro Reina. O Mallorca ainda criou boas e pontuais chances, mas todas pararam no goleiro Remiro. Final: Real Sociedad 3 x 0 Mallorca.

O Alaves foi derrotado pelo Villareal em seus domínios. A partida em sí foi equilibrada e o segundo tempo foi muito mais emocionante que o primeiro, principalmente na reta final. O primeiro gol saiu aos 10 minutos quando, uma bola veio da esquerda para Bacca e ele escorou para dentro, abrindo o placara para os visitantes. Depois de ambos os goleiros impedirem que mais gols fossem marcados as redes voltaram a balançar somente aos 80 minutos quando o passe de Pérez abriu a defesa e Joselu empatou para os anfitriões. Porém, no último minuto, Niño saiu do banco para receber  um grande passe de Trigueros e dar a vitória para o submarino amarelo. Final: Deportivo Alavés 1 x 2 Villareal.

Foi uma partida equilibrada e franca entre Espanyol e Bilbao. Os bascos saíram na frente com gol de Villalibre após jogada ensaiada no escanteio e ainda tiveram chance de aumentar o placar no primeiro tempo, mas a defesa catalã foi bem para bloquear o taque. O empate do Espanyol veio no segundo tempo quando Calleri escorou de cabeça para Embarba e Tomás arrematou para dentro. Depois ambas as equipes continuaram tentando, mas o placar não sofreu mais alterações. Final: Espanyol 1 x 1 Athletic de Bilbao.

O jogo entre Osasuna e Levante foi mais pegado, porém o Osasuna foi quem mais jogou futebol. O time acertou uma bola na trave no primeiro tempo, algo positivo no meio de tantos jogadores se machucando e pouco futebol convincente. Porém, o segundo tempo foi melhor. O primeiro gol foi do Osasuna com pênalti marcado por Rubén García e depois, a bola foi rolada para Iñigo Pérez fazer o segundo. O Levante ainda criou uma boa chance, mas não levou grande perigo. Final: Osasuna 2 x 0 Levante.

E por fim o Celta dominou o Eibar em casa, mas não conseguiu marcar. O azar dos de azul-celeste estava nas altura, pois o goleiro sempre chegava, quando não chegava o zagueiro tirava em cima da linha e quando nada disso acontecia a bola acertava a trave. Depois de muito tentar o jogo terminou sem gols. Final: Celta de Vigo 0 x 0 Eibar.           

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta